Vladimir Kush

Vladimir KUSH, Ripples on the Ocean, (Ondulações no Oceano)

Rumi

A vela do navio do ser humano é a fé.
Quando há uma vela, o vento pode levá-lo
A um lugar após outro de poder e maravilha.
Sem vela, todas as palavras são ventos.

Jalāl-ad-Dīn Muhammad RUMI




sexta-feira, 31 de julho de 2009

passarinhos nas mangas

O país de Lebi

É composto por gente pequena, que não excede uns 9 centímetros. Têm um par de asas, com as quais procuram aproximar-se do Sol, a fim de se aquecerem. Além disso, alimentam-se de orvalho. Certa vez, ofereceram à corte imperial centenas de pássaros, do tamanho de cigarras, em gaiolas de jade. As aves tinham uma voz tão sonora que se podia ouvir a vários quilómetros. O imperador deu-lhes liberdade dentro do palácio. Pouco depois, voaram para longe, mas voltaram no ano seguinte, pousando nas janelas ou escondendo-se dentro das mangas das pessoas. O imperador mostrava predilecção pelas damas que tinham um passarinho nas mangas.

Wang Suoying e Ana Cristina Alves, Mitos e Lendas da Terra do Dragão, p. 102, Editorial Caminho, Alfragide, 2009

terça-feira, 28 de julho de 2009

Plougastel, Finistère

Na Bretanha, não muito longe de Brest e muito perto do mar, existe uma quase-ilha que se chama Plougastel.

Aí existem oito capelas onde todos os anos se realiza o Festival "O Canto das Capelas".

A Capela de Nossa Senhora da Fonte Branca que, em bretão, se chama "Intron Varia ar Feunten Wenn" terá sido construída no séc. XV quando a indústria e exportação de panos enriqueceu a região e Portugal foi um dos importadores.

Mas é de crer que a Fonte e a Senhora já fossem adoradas muito antes da construção da Capela.

O "Perdão" (que é o nome que se dá à festa) de Nossa Senhora da Fonte Branca é na segunda-feira de Páscoa.

No próximo dia 8 de Agosto haverá ali um recital de Harpa Céltica.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

uma casa com patas de galinha

Ontem foi dia dos avós e por isso me lembrei de uma avó muito especial: Baba Yaga. Aqui vai ela na sua casa com patas de galinha.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

as tranças da noite

As tranças da noite ficam brancas

À passagem do tempo, como eu?

Ou derramou-se no céu um jardim de lírios?

Sete noites estão presas no horizonte

Não se deixando destrinçar do dia...

Ibn As-Sid

Adalberto Alves, O meu coração é árabe, p. 113, Assírio & Alvim, Lisboa, 1987

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Uluru, Austrália

AR Lightening Originally uploaded by Taipan2007

Tjukurpa é o fundamento da vida e sociedade do povo Anangu que vive na terra de Uluru.

Tjukurpa tem muitos significados complexos mas complementares.

Refere-se ao período da criação, quando os seres ancestrais, Tjukaritja, criaram o mundo tal como o conhecemos agora.

É também a lei das relações entre as pessoas, plantas, animais e a terra.

É o passado, o presente e o futuro.

É também as histórias que guardam este conhecimento.

O povo Anangu lê a Natureza: Uluru, a paisagem, a atmosfera, os animais, as plantas e os acontecimentos, como nós lemos textos e livros. Com a diferença que a Natureza não engana e não obriga a distinguir entre saber e acreditar.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

a ilha de Niuafo'ou

A ilha de Niuafo'ou é a caldeira de um vulcão submarino. Tem 15 km² e cerca de 650 habitantes.

Não tem porto, nem embarcadouro, nem praias, mas possui dois lagos interiores.

Pertence ao reino de Tonga, Pacífico Sul. A sua capital, na fotografia, é 'Esia (carregue na palavra para ver a pista de aterragem dos aviões e aproveite para visitar o site).

Chamaram-lhe "Lata de Conserva" (Tin Can, em inglês) porque era em latas fechadas e atiradas ao mar que recebiam e enviavam o correio. Um dos habitantes ia a nado enviar uma lata e recolher a outra quando os navios passavam ao largo. Agora o correio e outras coisas já são recolhidos num barco mas aportar à ilha continua a ser um processo complicado.

Foi construido um pontão mas é necessário que haja pessoas que puxem os passageiros ou as mercadorias para cima.

A população vive no interior, à beira dos lagos que também têm ilhas. Tanto os lagos como a terra são mornas devido ao calor que emana do vulcão.

terça-feira, 21 de julho de 2009

luz que se acende na Lua

Se algum dia vir acender-se uma luz na Lua acaba de assistir à queda de um meteoro a grande velocidade e à formação de uma nova cratera. Este acontecimento é raríssimo, claro... Se quiser saber mais carregue aqui.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Empoleirada numa distância imaginária

À ilha de Ignaluk, como é chamada pelos seus habitantes inuit, e que pertence ao Alasca (EUA), também se chama Diomedes Menor e ilha de ontem porque a linha convencional de mudança de data passa ali mesmo ao lado, servindo também de fronteira, uma vez que a Diomedes Maior que pertence à Sibéria (Rússia) fica do outro e por isso também se chama ilha de amanhã.

Diomedes é um herói grego da Guerra de Tróia cujo nome é composto por Dio (Deus, neste caso Zeus) e midis (conselho, astúcia). Mas o nome de Diomedes foi dado a estas ilhas porque um dinamarquês as descobriu, ao serviço da Rússia, no dia de S. Diomedes, segundo o calendário da igreja ortodoxa, ou seja: a 16 de Agosto.

Há séculos que estas ilhas são habitadas pelo mesmo povo inuit mas foram divididas entre os EUA e a Rússia e também entre as datas, o que faz com que um canal de água de 4 km aproximadamente que, nos anos em que o inverno é tão frio que o mar gela, é possível passar a pé, represente uma grande diferença no pensamento geo-político a que se chama global mas continua a ser chato. Porque a projecção de Mercator se tornou a representação habitual do mundo, imaginamos que a Rússia e a América estão em lados opostos - em termos políticos como geográficos. Para unir esta cisão imaginária foi proposta uma Ponte Intercontinental da Paz.

No cimo da ilha de Ignaluk estão estas pedras. Em língua inglesa chama-se a isto "perched boulder" e não sei se há algum equivalente estabelecido para a língua portuguesa. "Perched boulder" quer dizer, mais ou menos, pedregulho empoleirado.

Pode dizer-se que daqui se vê, quando não há nevoeiro, o que parece ser raro, o lugar onde se imagina que o mundo e o tempo se dividem entre esquerda e direita, entre hoje e amanhã, etc., ...

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Feitian

Feitian é uma palavra chinesa composta por fei (voar) e tian (céu). Estas figuras aéreas que na Índia se chamam Apsáras são comuns na arte oriental. Relacionam-se com a música, a dança, as nuvens e as fragrâncias. São geralmente femininas mas também as há masculinas ou de sexo indefinido. Há representações muito antigas pintadas ou esculpidas em grutas e templos. No Japão estes seres celestes chamam-se Tennin.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

os passageiros do vento continuam a viajar...!

"Os Passageiros do Vento" é uma banda desenhada de François Bourgeon que foi sendo publicada nos anos 80.

Ainda me lembro de aguardar com ansiedade e expectativa o livro seguinte e ter feito poupanças para conseguir ter os 5 volumes.

Acabo de saber que em Setembro próximo vai sair em francês um novo livro desta aventura: ver aqui!

Vou ficar à espera...

Como é que será 20 anos depois? Será que o autor retoma a aventura onde a tinha deixado? (Isa tinha então 18 anos e toda a vida à sua frente...) Ou faz uma nova abordagem? Numa aventura que decorre quase sempre dentro de navios do séc. XVIII qualquer abordagem é bem vinda!

terça-feira, 14 de julho de 2009

zebus cor de rosa

Imagem de uma aldeia Telugu e mapa da família linguística dravídica à qual pertence o Telugu. O nome do post com a imagem da aldeia é ఓ భారత గ్రామంలో, ఓ తెలుగు గ్రామంలో ఓ ఉదయం. Quer dizer: "vida numa aldeia indiana, numa aldeia telugu". Acho esta escrita linda e fantásticos os zebus cor de rosa.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

a andar à roda

Quando se olha pela janela cá em cima vê-se a Terra a rodar devagar na direcção oposta. Acho que se consegue ver das duas maneiras... algumas pessoas podem ver como se estivessem paradas na ISS (estação espacial) e a Terra a rodar, como eu vejo - outras podem ver como se a Terra estivesse parada e elas estivessem a rodar na ISS.

A realidade é que ambas estão a rodar na mesma direcção mas a estação espacial a uma velocidade cerca de 20 vezes mais rápida que a da Terra por isso parece que a Terra está a rodar na direcção oposta... Bem chega... Acho que a vossa cabeça já deve estar a andar à roda.

Anousheh Ansari, 26 de Setembro de 2006, a bordo da Estação Espacial Internacional

As you stare out the window up here you see the Earth slowly rotating in the opposite direction. I guess you could see it both ways… some may see it as if they are stationary on ISS and the Earth is rotating, like I do — and some may see it as if the Earth is stationary and they are rotating in ISS.

The reality is that we are both rotating in the same direction but the space station is going about 20 times faster than Earth so it makes it feel like the Earth is rotating in the opposite direction… Ok enough of that… I guess your head must be spinning now.

sábado, 11 de julho de 2009

doce como o mel

Já tinha descoberto a beleza da escrita telugu e agora fiquei a saber que a língua falada e ouvida é doce como o mel: carregue aqui para saber mais sobre o poema. A imagem é de Telugu Talli, a mãe da língua Telugu.

quinta-feira, 9 de julho de 2009

quarta-feira, 8 de julho de 2009

isto é que é ser mulher!

conta-se que terá sido uma moura a trazer, à cabeça, a pedra que cobre as outras, enquanto carregava o seu filho às costas e enrolava um novelo de lã

Ver aqui em "Zedes e a Casa da Moura"

Zedes é uma freguesia do concelho de Carrazeda de Ansiães, com cerca de 214 habitantes, no distrito de Bragança.

terça-feira, 7 de julho de 2009

a necessidade de ser bruto

Tanto o avô como a avó materna de Tom Hanks, embora nascidos na Califórnia, tinham ascendência portuguesa, sendo originários das ilhas dos Açores.

Não quero admitir perante o mundo que posso ser uma pessoa má. Mas também não quero que tenham falsas expectativas. Fazer filmes é um negócio duro e volátil e, a não ser que também se consiga ser bruto, há muitas hipóteses de desaparecer rapidamente de cena. Por isso as aparencias podem enganar, particularmente em Hollywood.

Tom Hanks, no site do imdb

I do not want to admit to the world that I can be a bad person. It is just that I don't want anyone to have false expectations. Moviemaking is a harsh, volatile business, and unless you can be ruthless, too, there's a good chance that you are going to disappear off the scene pretty quickly. So appearances can be deceptive, particularly in Hollywood.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Cruceiro da Virxe da Xunqueira

Na Galiza há muitos cruzeiros em pedra, com a particularidade de terem de um lado Cristo crucificado e do outro lado geralmente a Nossa Senhora, embora alguns tenham outras imagens. Neste a Virgem está acompanhada de Jesus criança.


sexta-feira, 3 de julho de 2009

água

Para ouvir como se diz నీరు (água em telugu) copie as letras e carregue aqui. Cole as letras em "search a word" e carregue em "go".

Para ouvir como se diz νερό (água em grego) proceda do mesmo modo.

(Tentei tornar isto mais simples mas os links não funcionavam...)

quinta-feira, 2 de julho de 2009

తెలుగు (Telugu)

Telugu é a língua oficial do estado de Andhra Pradesh e é falada também noutros estados indianos. É a terceira língua mais falada na Índia.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Açores, 1375

As ilhas dos Açores no Atlas Catalão de Judá ben Abraão Cresques, 1375.

1375 é o ano da publicação da Lei das Sesmarias por D. Fernando.

O Infante D. Henrique nasceu em 1394.

As primeiras representações das ilhas dos Açores são anteriores a estas. Aparecem no Portolano Laurenziano-Gaddiano, ou Atlas de Medicis, de 1351.

Em 1351 o futuro rei D. Pedro tinha 31 anos e o seu filho, o futuro rei D. Fernando, tinha seis. Inês de Castro ainda vivia.