Vladimir Kush

Vladimir KUSH, Ripples on the Ocean, (Ondulações no Oceano)

Rumi

A vela do navio do ser humano é a fé.
Quando há uma vela, o vento pode levá-lo
A um lugar após outro de poder e maravilha.
Sem vela, todas as palavras são ventos.

Jalāl-ad-Dīn Muhammad RUMI




quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Geleia de milho

Há muitos anos que descobri e gostei muito da geleia de milho produzida pela senhora Hortense Won. Este nome, meio português meio coreano, fazia-me sonhar com tentar encontrá-la na vida real o que, na verdade, nunca tentei.

Entretanto apareceram outras geleias de milho no mercado e não me tem sido nada fácil encontrar esta.

Procurando na internet pude ficar a saber muito sobre Hortense Won e a sua família e encontrei o site dos produtos Won. Se já gostava muito desta geleia de milho agora ainda gosto mais! :)

Aborrece-me que a publicidade se tenha apropriado dos discursos de apreço.

6 comentários:

WOLKENGEDANKEN disse...

Que interessante ! Nunca ouvi falar de geleia de milho. E um alimento tipicamente coreano ? portugues ?

ALMARIADA disse...

Tipicamente coreano e muito, muito bom! Primeiro só havia a Won depois apareceram outras marcas mas nenhuma se compara àquela! :)

Hortense e Won disse...

É com muito agrado que sabemos do seu agrado pelas nossas Geleias.
Pode encontrá-las à venda em lojas dietéticas (por exemplo, O Celeiro).
Será um prazer recebê-la no Caramulo, caso decida fazer-nos uma visita.

ALMARIADA disse...

Olá D. Hortense e Sr. Won!

Que surpresa!

Muito obrigada pelo convite. Se tiver oportunidade não deixarei de vos visitar.

Desejo-vos as maiores felicidades!

António disse...

Por casualidade passei por este sítio e para surpresa minha constato que faz referência às geleias WON, do meu cunhado Won e minha irmã Hortense Won, com residência no Caramulo, onde fabricam o produto desde à muitos anos. Se já fez a sua visita espero que tenha ficado maravilhada com a hospitalidade e as belas paisagens da Serra do Caramulo.
Um bem haja

António Carvalho

almariada disse...

Muito obrigada pela visita e pelo comentário António.
Ainda não fui à Serra do Caramulo mas espero poder ir lá um dia ...
Um grande abraço para si e abraços também para a sua irmã e cunhado :)