Vladimir Kush

Vladimir KUSH, Ripples on the Ocean, (Ondulações no Oceano)

Rumi

A vela do navio do ser humano é a fé.
Quando há uma vela, o vento pode levá-lo
A um lugar após outro de poder e maravilha.
Sem vela, todas as palavras são ventos.

Jalāl-ad-Dīn Muhammad RUMI




segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Um só instante

"No momento em que a minha essência se transformar em oceano universal

A beleza dos átomos será para mim luminosa.

É por isso que eu me inflamo, como a vela, para que, na via do amor,

Todos os instantes para mim se tornem um só instante."

Djalâl-od-Dîn Rûmî, "Rubâi'yât", p. 32, Éditions Albin Michel, Paris, 2007

2 comentários:

António Baeta disse...

Veja:
O "meu" Robaiyat.
Não só pelo "seu", como por tudo o resto, mexi na minha lista de blogs, como há muito não fazia.
Um prazer saber de si.

ALMARIADA disse...

Bem vindo e muito obrigada! :)