Vladimir Kush

Vladimir KUSH, Ripples on the Ocean, (Ondulações no Oceano)

Rumi

A vela do navio do ser humano é a fé.
Quando há uma vela, o vento pode levá-lo
A um lugar após outro de poder e maravilha.
Sem vela, todas as palavras são ventos.

Jalāl-ad-Dīn Muhammad RUMI




terça-feira, 15 de janeiro de 2008

A Idade do Mundo

"a pouca certeza que naquele tempo havia da cronologia, (e cômputo) dos anos da criação do mundo, cujo erro alcançou quase o século em que hoje vivemos, de que é bom exemplo a opinião del-Rei D. Afonso o Sábio, que foi na sua e na de muitos o segundo Ptolomeu daquela idade; e segundo as tábuas astronómicas chamadas de seu nome Alfonsinas, contou desde a criação do mundo 5984 anos, constando hoje pelo cálculo universalmente recebido dos melhores e mais diligentes cronólogos que foram, como deixámos assentado, pouco mais de 4000. Havendo pois no cômputo dos tempos uma diferença tão notável como a de 2000 anos, que muito era que os juízos que se formavam acerca do futuro, discorrendo sobre esta suposição, inferissem com falsa, mas bem tirada consequência, que o fim do mundo estava mais perto deles do que nós depois o experimentámos?" Pe. António Vieira, Duração do 5º Império, in Apologia da Coisas Profetizadas, Edições Cotovia, Lisboa, 1994, p. 185, linhas 18 a 29.