Vladimir Kush

Vladimir KUSH, Ripples on the Ocean, (Ondulações no Oceano)

Rumi

A vela do navio do ser humano é a fé.
Quando há uma vela, o vento pode levá-lo
A um lugar após outro de poder e maravilha.
Sem vela, todas as palavras são ventos.

Jalāl-ad-Dīn Muhammad RUMI




segunda-feira, 29 de junho de 2015

A vida das árvores à noite

Desenho no livro "A vida das árvores à noite" (The night life of trees) ilustrado por artistas da tribo Gond, Índia central. A história é sobre a crença do povo Gond na vida espiritual das árvores à noite.

Tara Books, 2006


O poema é de Rainer Maria Rilke, o primeiro dos Sonetos a Orfeu (1923):

Uma árvore subiu. Pura ascensão!
Oh, Orfeu canta! Árvore alta no ouvido!
E tudo se calou. Mas mesmo a suspensão
era aceno, mudança, outro sentido

de começar. Do bosque iam saindo
bichos silentes, de covil ou ninho,
e não era já - viu-se - ardil mesquinho
ou susto que os calava: estavam, vindo,

só para ouvir. Mugido, berro, grito
era pequeno em cada peito aflito.
E onde havia abrigo ou choça escura

de acesso pra aceitar em ânsia pura,
postes que o som pudesse sacudir, -
ali criaste tu templos no ouvir.

Rainer Maria Rilke, Poemas As Elegias de Duíno e Sonetos a Orfeu (Prefácio, Selecção e Tradução de Paulo Quintela), p. 233, O Oiro do Dia, Porto, Setembro de 1983

terça-feira, 16 de junho de 2015

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Uma visão de Maomé lendo o Masnavi de Rumi - Biblioteca «The Morgan»

Muhammad terá vivido no final do séc. VI e início do séc. VII. Rumi no séc. XIII. Também se diz que Muhammad era analfabeto.

Esta imagem ilustra um livro do séc. XVI e suponho que prova que o que é considerado importante numa época pode não ter interesse nenhum noutra.

A Vision of Muhammad Reading Rumi’s Masnavi | The Morgan Shop | The Morgan Library